O que considerar em relação à terceirização de síndicos?

 In Notícias

Principalmente se o condomínio é de grande porte e tem várias torres, a terceirização de síndico é boa opção.

Da mesma forma, naqueles bem pequenos com até 10 ou 15 unidades.

Esse suporte profissional pode significar a garantia de bons serviços prestados.

Na contratação de um síndico terceirizado, há alguns cuidados que devem ser tomados.

É essencial que além de estar apta para a função, a pessoa comprove experiência na função.

Em quantos condomínios ele já foi responsável pela gestão? Por quanto tempo? Quais os principais resultados alcançados?

Não hesite em ligar para algum morador de um condomínio que for passado como referência.

Pergunte o que o morador achou do profissional e se ele ainda exerce o cargo lá. Se saiu, questione quais foram as razões do desligamento.

Isso dará mais segurança e respaldo à contratação.

É preciso levar em conta, ainda, que diferentemente do que ocorre com o síndico morador, no caso de síndico terceirizado, a pessoa não será impactada diretamente por gastos extras que gerem um rombo nas contas ou pela  eventual desvalorização do imóvel.

Outro ponto de preocupação é quanto ao perfil do síndico terceirizado.

Ele vai precisar gerenciar pessoas, entre funcionários, prestadores de serviços e os próprios moradores.

Certifique-se sobre suas características de liderança e organização.

O profissional deve ter, também, boas habilidades de comunicação, sabendo falar bem e ouvir os desejos, reclamações e solicitações de toda a comunidade condominial.

No aspecto mais técnico, exija formação e conhecimentos de administração de empresas, contabilidade, direito e recursos humanos.

 

via https://tudocondo.com.br/

Recent Posts

Leave a Comment

Contato

Entre em contato conosco.